Publicações

Nov/2017

Processo de Expansão de área agrícola sobre área de pastagem no MT

Autores

Sâmyla Sousa, Daniel Latorraca, Paulo Moraes Ozaki, Lucas Nascimento Padilha Silva e Regina Aredes

A expansão da área agrícola sobre área de pastagem tem sido um processo cada vez mais comum entre os produtores rurais mato-grossenses, tendo um destaque neste tipo de processo de expansão nos últimos cinco anos.

Apesar dos custos mais elevados para a conversão de pastagem em agricultura, quando se comparado a abertura de novas áreas, a grande disponibilidade de áreas de pastagens, a rentabilidade da agricultura e as questões ambientais, foram alguns dos fatores que influenciaram o produtor rural a optar pela conversão ao invés da abertura de áreas. Neste sentido, o estudo buscou avaliar a estratégia de expansão e compreender os fatores para a tomada de decisão do produtor rural para este tipo de atividade, revelando assim importantes resultados para diversos elos do setor do agronegócio e ambiental.

A partir do levantamento de dados obtidos na pesquisa, os resultados demonstraram que em Mato Grosso, 38,3% dos entrevistados aumentaram a área de agricultura nos últimos cinco anos, sendo que deste percentual 53% expandiram sobre áreas de pastagens. As demais formas de expansão ocorreram através de área agrícolas já existentes (39%), sobre floresta (3,7%) e a partir de outras opções (4,3%).

Em números absolutos, os resultados mostraram que as regiões médio-norte e nordeste apresentaram a maior amostragem de produtores rurais que expandiram a sua área agrícola através de conversão de áreas de pastagens, no entanto quando avaliado em percentuais, as regiões norte e nordeste foram os destaques neste quesito, demonstrando assim que os produtores rurais destas regiões estão mais propensos a expandir sua área agrícola sobre áreas de pastagens.

Quando observados os fatores mais relevantes para tomada de decisão para expansão da área agrícola, os produtores rurais que expandiram a sua área agrícola nos últimos cinco anos listaram que a rentabilidade da fazenda, o preço do produto e a fertilidade do solo foram os principais fatores determinantes. Já quando analisados os resultados de todos os produtores rurais entrevistados, inclusive aqueles que não expandiram a área agrícola recentemente, a rentabilidade da fazenda, o preço do produto e o preço dos insumos são os mais significativos para a tomada de decisão de expansão.

Publicações relacionadas

Projetos relacionados

Legislação florestal comparada

Climate Policy Initiative

Impactos locais gerados por usinas hidrelétricas

Climate Policy Initiative

Financiamento para Pesquisa em Crédito Rural

Climate Policy Initiative

Uso da madeira na geração de eletricidade no Brasil

Agroicone

Vegetação secundária na Amazônia

Climate Policy Initiative

Código Florestal: Desafios para a regularização ambiental

Climate Policy Initiative

Eletrificação, produtividade agrícola e desmatamento no Brasil

Climate Policy Initiative

Crédito Rural no Brasil

Climate Policy Initiative

Infraestrutura de transportes e produtividade agrícola

Climate Policy Initiative

Moldando as políticas de combate ao desmatamento na Amazônia

Climate Policy Initiative

Oportunidades florestais nas cadeias do agronegócio

Agroicone

Modelos climáticos e hidrológicos e restauração florestal

Agroicone

Radiografia de pastagens degradadas

Agroicone

Mapeamento de uso e cobertura do solo

Agroicone

Cenários de otimização da adequação ambiental

Agroicone

Instrumentos para implantação do Cadastro Ambiental Rural

Agroicone

Florestas energéticas na geração de bioenergia

Agroicone

Sistema de análise multitemporal da vegetação – SATVeg

Agroicone

Instrumentos de planejamento das paisagens agrícolas sustentáveis

Agroicone

Código Florestal, carbono e mitigação de gases do efeito estufa

Agroicone

Análise de compensação de Reserva Legal e Cota de Reserva Ambiental

Agroicone

Terras protegidas e a dinâmica do desmatamento na Amazônia

Climate Policy Initiative

Código Florestal em Números

Agroicone

Notícias relacionadas

nov.2017

CPI participa de evento sobre uso eficiente da terra na COP23

Joana Chiavari participou do painel “Desafios da Segurança Alimentar”, no Espaço Brasil da COP23.

nov.2017

CPI lança programa de financiamento para pesquisa em crédito rural

Iniciativa visa aprimorar políticas de crédito rural no Brasil.

nov.2017

Benefícios econômicos locais gerados por usinas hidrelétricas são de curta duração, aponta novo estudo

Análise do NAPC/ CPI mostra que é preciso investigar caso a caso os impactos das hidrelétricas.

nov.2017

Diretor executivo do CPI é convidado para debate sobre inovação no agronegócio e agricultura familiar

Juliano Assunção abordará o tema "Modernização da agricultura: impactos sobre o desenvolvimento econômico e o meio ambiente".

out.2017

Brasil possui uma das legislações florestais mais rígidas entre países exportadores agropecuários, mostra novo estudo

Estudo compara a legislação de proteção florestal brasileira com as de sete dos maiores países exportadores de produtos agropecuários, e investiga o que significa estar em conformidade com o novo Código Florestal.

maio.2017

Guia apresenta plantas importantes para a regeneração natural do Cerrado e da Mata Atlântica

Publicação apresenta 102 espécies nativas que são típicas dos biomas. Técnica da regeneração natural para restauração de paisagens deverá ser amplamente adotada para cumprimento do Código Florestal

maio.2017

Artigo sobre hidrelétricas na Amazônia será apresentado em conferência internacional

Dimitri Szerman representará o CPI em sessão patrocinada da Association of Environmental and Resources Economists

abr.2017

Analista do CPI discute conversão de multas ambientais e legislação comparada na SRB

Joana Chiavari apresentará dois trabalhos ao Comitê de Sustentabilidade

abr.2017

Falta de regulamentação impede que conversão de multas em serviços ambientais seja adotada no Brasil

Em nova publicação, analistas do CPI propõem ajustes na legislação para que mecanismo possa ser utilizado

dez.2016

Intensificação da pecuária é fundamental para a expansão da agropecuária

Publicação da Agroicone sinaliza que a intensificação da atividade é economicamente viável e contribui para redução do desmatamento e implementação do Código Florestal

ago.2016

Analistas do CPI assinam capítulo de livro sobre o Código Florestal

Publicação, lançada pelo Ipea, visa debater desafios e oportunidades da nova lei florestal no contexto da conservação e produção agrícola

jul.2016

Agroicone lança guia sobre PRAs

Publicação busca orientar produtores rurais e governos para impulsionar o processo de regulamentação dos Programas de Regularização Ambiental (PRAs) nos estados brasileiros

jul.2016

Novo estudo: Climate Policy Initiative analisa ineficiências na infraestrutura de transporte no Brasil

Documento sugere melhorias no setor de rodovias, ferrovias e portos para aumentar a produtividade agrícola no país

mar.2016

Climate Policy Initiative analisa resolução sobre PRA de São Paulo

A resolução conjunta traz avanços procedimentais, mas algumas questões não foram plenamente resolvidas e podem gerar insegurança jurídica

nov.2015

Climate Policy Initiative lança estudo sobre o Código Florestal brasileiro

O documento vai analisar as complexidades do código, com o objetivo de acelerar sua implementação e promover o uso eficiente da terra

nov.2015

Climate Policy Initiative e Agroicone lançam novo website, INPUT

O Climate Policy Initiative e a Agroicone lançam hoje o novo website do INPUT – Iniciativa para o Uso da Terra (www.inputbrasil.org)